Futuros possíveis!

Entrevistamos Renan e Mathias, alunos de 17 anos do nosso Liceo, que estão prestes a enfrentar mais um grande e importante desafio, a realização do TOLC. Se trata do Test OnLine CISIA – Consorzio Interuniversitario Sistemi Integrati per L’Acesso, um exame que permite acesso a várias universidades italianas. A pontuação obtida no TOLC confere a possibilidade de ingresso em uma das universidades integrantes do consórcio (públicas e particulares), entre elas a prestigiosa Università di Bologna.

Sabemos que é um momento delicado da carreira escolar, que une muita emoção e pede muita disciplina. A boa notícia é que ambos se sentem confiantes, preparados e estão bastante concentrados.
Seguem alguns trechos do bate-papo com os alunos.

 

  • Renan, Mathias, como se sentem perante o desafio do TOLC?

Renan: Me sinto preparado e capacitado para fazer o TOLC, e a escola acredito que sempre está nos preparando para o futuro, com os ensinamentos, a variedade de professores dedicados a cada matéria específica.

Mathias: Tudo aquilo que nos foi ensinado nos últimos anos será de grande ajuda no TOLC, desde os conhecimentos de matemática àqueles linguísticos.

  • Renan, nos conte mais sobre o sonho de estudar na Itália.

Renan: Minha irmã morou três anos na Itália, e ela sempre conta como foi maravilhoso esse tempo que esteve lá, se sentia livre. Eu gostaria de estudar na Universidade de Trento ou Padova. Quero fazer Economia. Cheguei a essa ideia pois meu pai e alguns amigos dele estão relacionados ou já estudaram Economia e isso me influenciou muito. Acredito que a Montale me influenciou em boa parte, pois temos aula de economia duas vezes por semana.

  • Mathias, qual a sua opinião a respeito da orientação profissional que a Montale lhe ofereceu?

Mathias: Tirando 2020 que está sendo um ano estranho e diferente dos outros, a Montale sempre se preocupou em orientar os alunos profissionalmente, todos os anos, as classes III Liceo e o IV Liceo eram levadas a universidades ou feiras de profissões. Me sinto preparado, o conhecimento não só do italiano, mas também do inglês, e em certos casos também espanhol, são essenciais para viver na Europa. Sem contar que o percurso escolar feito aqui é o mesmo que aquele feito na Itália.

  • E você Renan, o que acha?

Renan: Não tenho nada que reclamar, excelentes professores, coordenadores, diretores… acredito que a escola é excelente nesse aspecto. Nos influencia muito a falarmos e praticarmos nosso italiano, no sentido de sempre estar treinando a língua, diariamente, para que no futuro você possa utilizar o que aprendeu na escola.

 

Desejamos êxito aos nossos alunos, para que possam voar alto, e conquistar uma carreira internacional em 2021, cursando um dentre os tantos excelentes cursos de graduação em áreas como engenharia, economia, ciências sociais, e muitos outros.

E assim, mantemos o nosso compromisso com a educação de qualidade, oferecendo aos nossos alunos tantos futuros possíveis. A parceria com uma das instituições mais prestigiadas do mundo, a Universidade de Bologna, vai nesse sentido.