Muita criatividade para enfrentar a crise!

Muita criatividade para enfrentar a crise!

Situações disruptivas podem gerar crises, e o que estamos vivendo certamente é um momento inédito em nossa história. São também oportunidades, que revelam nossos pontos de força e onde ainda podemos melhorar.

O nosso desafio agora está sendo propor formas inovadoras para integrar o digital com a nova experiência da “casa como sala de aula”, no respeito da individualidade, no desenvolvimento da autonomia e da capacidade crítica dos alunos, pois é essa a missão que norteia a escola, promover um ensino amplo que vai além do simples acesso à informação.

Nesse sentido, queremos compartilhar dois novos projetos que estamos lançando a partir desta semana, para manter fé ao compromisso de agir com muita criatividade, indo além do e-learning.

Um deles é  o projeto de design thinking e empreendedorismo atrelado ao movimento maker, liderado pelo ex-aluno da Montale e hoje empreendedor Giampaolo Papaiz, fundador da Protto, empresa que projeta as luminárias ALVA e ensina o usuário como montá-las.  A ideia aqui é combinar dois grandes mundos, a tecnologia e o design, fazendo disso algo de fácil acesso! Um grupo de alunos recebeu uma luminária de presente e vai aprender a montá-la compreendendo tudo aquilo que está no processo de design,  com o acompanhamento de professores da escola. A intenção da escola é no arco das próximas semanas ampliar para mais alunos essa ação.

O outro projeto é sobre a importância das histórias. Convidamos a Vó Nenê para apresentar aos nossos alunos fábulas italianas selecionadas e publicadas por Italo Calvino. Essa vovó simpática e brincalhona é, na verdade, a contadora de histórias Cris Velasco, que também  é mãe de uma aluna da Montale. A personagem da Vó Nenê foi criada para dar  afetividade, gerar momentos lúdicos, conectando os alunos com as narrativas criativas e divertidas dessa vó. Em um momento de distanciamento presencial, precisamos ter  afetividade e carinho, gerando assim uma conexão pedagógica entre a cultura italiana e os alunos da Montale. Esses contos estarão disponíveis para todos ouvirem, neste link:
https://padlet.com/eugeniomontalebrasile/mgzbix1zgjk5

Como dizia o poeta Eugenio Montale, “os melhores jovens aprenderão sozinhos se na escola tiverem aprendido a pensar”. E este certamente é um momento que nos coloca à prova.

 

 

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *