Alunos da Eugenio Montale homenageiam Lina Bo Bardi, arquiteta italiana

A Scuola italiana Eugenio Montale promove e mantém a identidade cultural, e uma das instituições que enriquecem esse projeto é o Instituto Lina Bo Bardi, um ponto de referência de arquitetura e design.

A arquiteta nascida na Itália e naturalizada no Brasil Lina Bo Bardi recebeu o prêmio Leão de Ouro Especial pelo conjunto de sua obra e trajetória; a primeira mulher brasileira e a primeira no mundo com obra construída, recomendada pelo arquiteto Hashim Sarkis, curador da Biennale Architettura 2021.

Fonte da foto de Lina Bo Bardi: Instituto Lina Bo e P.M. Bardi

Giuseppe D’Anna, presidente do Instituto Lina Bo e Pietro Maria Bardi e do Conselho dos Beneméritos da Montale, expressou agradecimento à generosidade e reconheceu “como exemplar a visão de La Biennale di Venezia de premiar hoje a mulher multitalentosa que segue inspirando gerações de profissionais criativos no mundo inteiro e usuários de seus edifícios por igual”.

Para homenagear a artista, os alunos da I, III, IV e V Primaria fizeram um desenho de observação do Museu de Arte de São Paulo (MASP). Lina foi autora do projeto do edifício do MASP.

“Conversamos sobre a arquitetura, sobre o vão livre que esse museu tem e observamos os livros da Lina Bo Bardi que temos no acervo da Biblioteca da Montale…”, afirmou a Profª Fernanda Potenza.

 

Tour 360 Fazer Tour 360º