Com Vó nenê e muita criatividade para enfrentar a crise!

A quarentena continua, e para todos nós fica mais claro como o ser humano é um ser social. Fomos feitos para comunicar, para “colocar em comum” histórias e narrativas, muitas delas sobre o estar nesse mundo.

Como dizia Italo Calvino, “quem somos nós, quem é cada um de nós senão uma combinatória de experiências, de informações, de leituras, de imaginações? Cada vida é uma enciclopédia, uma biblioteca, um inventário de objetos, uma amostragem de estilos, onde tudo pode ser completamente remexido e reordenado de todas as maneiras possíveis.”

Nesse sentido, preparamos uma surpresa para nossos alunos! Convidamos a super Vó Nenê para tornar o momento dos alunos mais alegre e engraçado. “As histórias além de servir para entender  e interpretar a realidade, nutrem  a imaginação das crianças. Em um momento de isolamento, ainda mais, precisamos colorir o mundo deles, fazê-los viajar  com a imaginação , levá-los longe no mundo da imaginação “, destaca a diretora pedagógica Paola Capraro.  Essa vovó brincalhona ítalo-brasileira, do forte sotaque, é na verdade a contadora de histórias Cristiane Velasco. A nonna então foi convidada para apresentar e gravar histórias especialmente para as crianças da nossa Scuola. E isso já começou!

Segundo a Cris Velasco, “a linguagem é criadora de vínculos, um saber do coração. Toda a história tem coração e o coração da história atravessa os tempos guardado na memória, reinventado pela palavra do contador. De boca a boca”. Este é certamente um momento para reforçar elos e tornar a linguagem um meio educacional significativo no momento do nosso aluno, usando os meios digitais.

A ideia é fazer isso de forma lúdica, para levar o bom humor a todos da família. Cris e a super Vó Nenê então estão nos apresentando contos adaptados das Fabulas Italianas selecionadas e publicadas por Italo Calvino.

“Vamos levar afetividade, gerar momentos lúdicos, conectando os alunos com as narrativas da tradição oral. Vamos rir, chorar, acalentar, arrepiar, encorajar, transformar”, diz a Presidente da Escola Sandra Papaiz Velasco.

“São também narrativas que reforçam os vínculos entre o Brasil e a Itália, e contos que, mesmo de longe, nos aproximam”, complementa o diretor da Escola, Pedro Ramos.

Um agradecimento especial à nossa Presidente Sandra Papaiz Velasco por ter convidado e tornado possível o projeto junto aos nossos alunos e famílias.

Para quem quiser ouvir, é só clicar aqui!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *